Translations into English:

 
third-person plural

    Show declension

Example sentences with "terceira pessoa do plural", translation memory

add example
Terceira pessoa do plural, presente do indicativo, Eles vãoThird person plural, present indicative
Uma vez que muitas idiomas não distinguem a terceira pessoa do plural, existe uma opção para determinar issoBecause many languages do not distinguish in the third person plural, there is a check box to determine this
Em vésperas do termo da Conferência Intergovernamental e da terceira fase da União Económica e Monetária, seria de esperar uma atitude empenhada e uma forte participação dos cidadãos europeus, apontando-se para uma ampla, plural e participada discussão e para uma auscultação dos mesmos graças à realização de referendos sobre estas matérias.At the eve of the end of the IGC and of the third stage of EMU, we would like to hope for a greater determination and an attempt to increase participation by European citizens, which would lead to a wider ranging, more pluralistic and involved discussion and would enable citizens to be listened to, thanks to referendums on all of these matters.
Há muitos outros instrumentos para políticas de cooperação e desenvolvimento com países terceiros, mas estes instrumentos da iniciativa europeia para a democracia e os direitos do Homem são eminentemente políticos e devem concentrar-se principalmente no serviço da promoção da democracia e daquele núcleo básico de direitos cívicos e políticos, a liberdade de consciência e de religião, de expressão e de debate, a separação de poderes e o Estado de Direito, a livre organização e acção de partidos políticos e da sociedade civil, a possibilidade e a efectividade regular de eleições livres e justas e a vitalidade de sociedades abertas e plurais.There are many other instruments for policies on cooperation and development with third countries, but these instruments of the European initiative for democracy and human rights are highly political and should be focused primarily on promoting democracy and that fundamental nucleus of civic and political rights, freedom of conscience and religion, freedom of expression and debate, the separation of powers and the rule of law, freedom of organisation and activity of political parties and civil society, the opportunity to hold free and fair elections and the vitality of open and plural societies.
Para adicionar uma unidade de medida, carregue no botão Criar... que aparece à direita da lista de Unidades. Irá aparecer a janela de Nova Unidade. Nesta janela, poderá introduzir o nome da nova unidade. Por baixo do texto Nova Unidade, aparece um campo de texto para introduzir a forma singular da unidade e outro para introduzir a forma plural da unidade. Ao lado de cada um destes campos existe outro par de campos, no qual poderá introduzir a abreviatura tanto para a forma singular como para a plural, respectivamente. Contudo, dado que, na maioria das vezes, a abreviatura da forma singular e plural são iguais, irá resultar na completação da forma plural de forma automática. No caso raro em que isso não aconteça, poderá alterar facilmente o campoTo add a unit of measure, click the Create... button that appears to the right of the Unit list. The New Unit dialog box will appear where the name of the new unit can be added. Beneath the heading New Unit, there is a textbox to enter the singular form of the unit and one to enter the plural form of the unit. To the right of each of these textboxes is another pair of textboxes in which to enter the abbreviation for both singular and plural forms respectively. However, since both singular and plural abbreviations are most often identical, typing the abbreviation in the singular textbox, will result in the plural abbreviation being automatically completed. On the rare occasion that the plural abbreviation is different, you can easily edit the entry
Estou brincando.A ‧a e a ‧a pessoa do plural não se escreve assimJust kidding
Estou a gozar.A ‧ a pessoa do plural não é assim que se escreveJust kidding
Sempre que, por força de um contrato, uma pessoa, o credor, tenha direitos relativamente a outra pessoa, o devedor e um terceiro tenha a obrigação de satisfazer o direito do credor, ou ainda, se o terceiro tiver realizado a prestação devida em cumprimento dessa obrigação, a lei aplicável a esta obrigação do terceiro determina se este pode exercer, no todo ou em parte, os direitos do credor contra o devedor, segundo a lei que regula as suas relaçõesWhere a person (the creditor) has a contractual claim upon another (the debtor), and a third person has a duty to satisfy the creditor, or has in fact satisfied the creditor in discharge of that duty, the law which governs the third person's duty to satisfy the creditor shall determine whether the third person is entitled to exercise against the debtor the rights which the creditor had against the debtor under the law governing their relationship and, if so, whether he may do so in full or only to a limited extent
Sempre que, por força de uma obrigação extracontratual, uma pessoa, (o credor), tenha direitos contra a outra pessoa, (o devedor), e um terceiro tenha a obrigação de satisfazer o direito do credor, ou ainda, se o terceiro tiver realizado a prestação devida em cumprimento dessa obrigação, a lei aplicável a esta obrigação do terceiro determina se este pode exercer, no todo ou em parte, os direitos do credor contra o devedor, segundo a lei que regula a suas relaçõesWhere a person (the creditor) has a non-contractual claim against another (the debtor), and a third person has a duty to satisfy the creditor, or has in fact satisfied the creditor in discharge of that duty, the law governing the third person's duty to satisfy the creditor shall determine whether the third person is entitled to exercise against the debtor the rights which the creditor had against the debtor under the law governing their relationship in whole or in part
Despacho do Tribunal de Justiça (Terceira Secção), de ‧ de Março de ‧, no processo C-‧/‧ (pedido de decisão prejudicial do Tribunale di Catania): Oxana Dem'Yanenko (Reenvio prejudicial- Livre circulação de pessoas- Situação que não cai no âmbito de aplicação da Directiva ‧/‧/CEE- Direitos fundamentais- Convenção Europeia dos Direitos do Homem- Expulsão de um nacional de um país terceiro sem vínculo familiar ou matrimonial com um nacional de um Estado-Membro- Processo de execução da ordem de recondução forçada à fronteira de um nacional de um país terceiro- Conceito de «órgão jurisdicional de um dos Estados-Membros»- Órgão jurisdicional que pode, na acepção do artigo ‧.o CE, recorrer ao Tribunal de Justiça a título prejudicial$- Incompetência do Tribunal de JustiçaOrder of the Court of Justice (Third Chamber) of ‧ March ‧ in Case C–‧/‧ (Request for a preliminary ruling by the Tribunale di Catania): Oxana Dem'Yanenko (‘Reference for a preliminary ruling- Free movement for persons- Situation falling outside the scope of Directive ‧/‧/EEC- Fundamental rights- European Convention on Human Rights- Expulsion of a third country national without family or matrimonial ties with a national of a Member State- Validation procedure for the order for the forcible removal of a third country national- Definition of “court of a Member State”- Court with jurisdiction, for the purpose of Article ‧ EC, to make a reference to the Court for a preliminary ruling- Lack of jurisdiction of the Court’
Tendo em conta as suas resoluções de ‧ de Abril de ‧, sobre a igualdade de oportunidades para pessoas com deficiências, de ‧ de Novembro de ‧, sobre linguagens gestuais, de ‧ de Dezembro de ‧, sobre a avaliação do terceiro programa de acção comunitário a favor das pessoas com deficiência (Helios II), de ‧ de Abril de ‧, sobre a Comunicação da Comissão intitulada Rumo a uma Europa sem barreiras para as pessoas com deficiência, de ‧ de Novembro de ‧, sobre a proposta de decisão do Conselho relativa a ‧, Ano Europeu das Pessoas com Deficiência, de ‧ de Setembro de ‧, sobre o apoio a um instrumento juridicamente vinculativo das Nações Unidas destinado a promover e proteger os direitos e a dignidade das pessoas com deficiência, e de ‧ de Março de ‧, sobre a situação das mulheres oriundas de grupos minoritários na União Europeiahaving regard to its resolutions of ‧ April ‧ on equality of opportunity for people with disabilities, ‧ November ‧ on sign languages, ‧ December ‧ on the evaluation of the Third Community Action Programme to assist disabled persons (HELIOS II), ‧ April ‧ on the Commission communication Towards a barrier-free Europe for the disabled, ‧ November ‧ on the proposal for a Council decision on the European Year of People with Disabilities ‧, ‧ September ‧ on the Commission communication Towards a United Nations legally binding instrument to promote and protect the rights and dignity of persons with disabilities, and of ‧ March ‧ on the situation of women from minority groups in the European Union
Também para evitar distorções de concorrência, os serviços de radiodifusão e televisão e os serviços prestados por via electrónica a partir de territórios terceiros ou de países terceiros a pessoas estabelecidas na Comunidade ou, a partir da Comunidade, a destinatários estabelecidos em territórios terceiros ou em países terceiros deverão ser tributados no lugar de estabelecimento do destinatário desses serviçosAlso to prevent distortions of competition, radio and television broadcasting services and electronically supplied services provided from third territories or third countries to persons established in the Community, or from the Community to customers established in third territories or third countries, should be taxed at the place of establishment of the customer
Se, por força de uma obrigação extracontratual, uma pessoa (o credor), tiver direitos relativamente a outra pessoa (o devedor), e um terceiro tenha a obrigação de satisfazer o direito do credor, ou tiver efectivamente satisfeito o credor em cumprimento dessa obrigação, a lei que rege esta obrigação do terceiro determina se e em que medida este pode exercer os direitos do credor contra o devedor, segundo a lei que rege as suas relaçõesWhere a person (the creditor) has a non-contractual claim upon another (the debtor), and a third person has a duty to satisfy the creditor, or has in fact satisfied the creditor in discharge of that duty, the law which governs the third person's duty to satisfy the creditor shall determine whether, and the extent to which, the third person is entitled to exercise against the debtor the rights which the creditor had against the debtor under the law governing their relationship
Sempre que, por força de um contrato, uma pessoa (o credor) tenha direitos relativamente a outra pessoa (o devedor), e um terceiro tenha a obrigação de satisfazer o direito do credor ou tenha efectivamente satisfeito esse direito em cumprimento dessa obrigação, a lei aplicável à obrigação do terceiro determina se e em que medida este pode exercer os direitos do credor contra o devedor, de acordo com a lei que regula as suas relaçõesWhere a person (the creditor) has a contractual claim against another (the debtor) and a third person has a duty to satisfy the creditor, or has in fact satisfied the creditor in discharge of that duty, the law which governs the third person's duty to satisfy the creditor shall determine whether and to what extent the third person is entitled to exercise against the debtor the rights which the creditor had against the debtor under the law governing their relationship
Quando os bens adquiridos por uma pessoa colectiva que não seja sujeito passivo são expedidos ou transportados a partir de um território terceiro ou de um país terceiro e importados, por essa pessoa colectiva que não é sujeito passivo, num Estado-Membro diferente do Estado de chegada da expedição ou do transporte, os bens são considerados expedidos ou transportados a partir do Estado-Membro de importaçãoWhere goods acquired by a non-taxable legal person are dispatched or transported from a third territory or a third country and imported by that non-taxable legal person into a Member State other than the Member State in which dispatch or transport of the goods ends, the goods shall be regarded as having been dispatched or transported from the Member State of importation
Se, por força de uma obrigação extracontratual, uma pessoa (o credor), tiver direitos relativamente a outra pessoa (o devedor), e um terceiro tiver a obrigação de satisfazer o direito do credor, ou tiver efectivamente satisfeito o credor em cumprimento dessa obrigação, a lei que rege esta obrigação do terceiro determina se e em que medida este pode exercer os direitos do credor contra o devedor, segundo a lei que rege as suas relaçõesWhere a person (the creditor) has a non-contractual claim upon another (the debtor), and a third person has a duty to satisfy the creditor, or has in fact satisfied the creditor in discharge of that duty, the law which governs the third person's duty to satisfy the creditor shall determine whether, and the extent to which, the third person is entitled to exercise against the debtor the rights which the creditor had against the debtor under the law governing their relationship
Nos casos em que um Estado-Membro permita que as pessoas referidas no artigo ‧o, no ‧, ponto ‧, alíneas a) a c), sejam consideradas como terceiros a nível interno, deverá, de qualquer modo, permitir que as mesmas pessoas reconheçam e aceitem, nos termos do artigo ‧o, os resultados do exercício do dever de vigilância da clientela previsto nas alíneas a) a c) do no ‧ do artigo ‧o, ao abrigo da presente directiva, por uma pessoa referida no artigo ‧o, no ‧, ponto ‧, alíneas a) a c), noutro Estado-Membro e preenchendo as obrigações previstas nos artigos ‧o e ‧o, mesmo que os documentos e os dados nos quais estas obrigações se baseiam sejam diferentes dos exigidos no Estado-Membro para o qual o cliente é remetidoWhere a Member State permits its persons referred to in Article ‧(a) to (c) to be relied on as a third party domestically, that Member State shall in any event permit them to recognise and accept, in accordance with the provisions laid down in Article ‧, the outcome of the customer due diligence procedures laid down in Article ‧(a) to (c), carried out in accordance with this Directive by a person referred to in Article ‧(a) to (c) in another Member State and meeting the requirements laid down in Articles ‧ and ‧, even if the documents or data on which these requirements have been based are different from those required in the Member State to which the customer is being referred
Reitera o seu pedido de que todos os debates sobre direitos humanos e democracia com países terceiros, instrumentos, documentos e relatórios, incluindo os Relatórios Anuais sobre os Direitos do Homem, tratem expressamente de questões relacionadas com a discriminação, nomeadamente as questões relativas às minorias étnicas, nacionais e linguísticas, à liberdade religiosa, incluindo a intolerância contra qualquer religião e as práticas discriminatórias contra religiões minoritárias, a discriminação baseada no sistema de castas, a protecção e a promoção dos direitos dos povos autóctones, os direitos humanos das mulheres e os direitos das crianças e das pessoas com deficiência, incluindo pessoas com deficiência mental e pessoas de todas as orientações sexuais, envolvendo plenamente as suas organizações, quer na União Europeia quer nos países terceiros, sempre que seja necessárioReiterates its request that all human rights and democracy discussions with third countries, instruments, documents and reports, including the Annual Reports on human rights, explicitly address discrimination issues including the issues of ethnic, national and linguistic minorities, religious freedoms including intolerance against any religion and discriminatory practices towards minority religions, caste-based discrimination, the protection and promotion of the rights of indigenous peoples, the human rights of women, the rights of children, disabled people including people with intellectual disabilities, and people of all sexual orientations, fully involving their organisations, both within the European Union and in third countries, where appropriate
No caso de as Partes não chegarem a acordo sobre a composição do painel de arbitragem no prazo previsto pelo n.o ‧, cada Parte pode solicitar ao presidente do Comité APE ou ao seu representante que a selecção dos três membros do painel seja efectuada por sorteio a partir da lista estabelecida nos termos do artigo ‧.o, sendo um dos membros escolhido entre as pessoas que foram designadas pela Parte demandante, o outro entre as pessoas designadas pela Parte demandada e o terceiro entre as pessoas designadas por ambas as Partes para presidir às sessõesIn the event that the Parties are unable to agree on the panel's composition within the time limit laid down in paragraph ‧, either Party may request that the chairperson of the EPA Committee, or his or her delegate, select all three members by lot from the list drawn up under Article ‧: one from among the individuals proposed by the complaining Party, one from among the individuals proposed by the Party complained against and one from among the individuals selected by both Parties to act as chairperson
No caso de as Partes não chegarem a acordo sobre a composição do painel de arbitragem no prazo previsto pelo n.o ‧, cada Parte pode solicitar ao presidente do Comité APE ou ao seu representante que a selecção dos três membros do painel de arbitragem seja efectuada por sorteio a partir da lista estabelecida nos termos do artigo ‧.o, sendo um dos membros escolhido entre as pessoas que foram designadas pela Parte demandante, o outro entre as pessoas designadas pela Parte demandada e o terceiro entre as pessoas designadas por ambas as Partes para presidir às sessõesIn the event that the Parties are unable to agree on the composition of the panel within the time frame laid down in paragraph ‧, either Party may request the Chairperson of the EPA Committee, or her/his delegate, to select all three members by lot from the list established under Article ‧: one from among the individuals proposed by the complaining Party, one from among the individuals proposed by the Party complained against and the third from among those selected by both Parties to act as Chairperson
Se os três árbitros não forem nomeados no prazo de ‧ dias ou se, no prazo de ‧ dias a contar da nomeação do terceiro árbitro, uma das Partes apresentar ao Comité de Comércio e Desenvolvimento uma objecção fundamentada, por escrito, relativamente aos árbitros escolhidos, qualquer uma das Partes pode solicitar ao presidente do Comité de Comércio e Desenvolvimento, ou ao seu delegado, que seleccione por sorteio os três membros da lista estabelecida nos termos do artigo ‧.o do presente Acordo: um entre as pessoas propostas pela Parte requerente, um entre as pessoas propostas pela Parte requerida e um entre as pessoas seleccionadas pelas Partes para exercer a função de presidenteIf all three arbitrators are not appointed within ‧ days, or if, within ten days of the appointment of the third arbitrator either Party submits a reasoned written objection to the arbitrators chosen to the Trade and Development Committee, either Party may request the chairperson of the Trade and Development Committee, or her or his delegate, to select all three members by lot from the list established under Article ‧ of this Agreement, one among the individuals proposed by the complaining Party, one among the individuals proposed by the Party complained against and one among the individuals selected by the Parties to act as chairperson
Os princípios da efectividade e do efeito útil devem ser interpretados no sentido de que obstam a um regime jurídico- como o consagrado no § ‧, segundo parágrafo, segunda frase, da AO, em conjugação com o artigo ‧.o, § ‧, terceiro parágrafo, da EGAO- segundo o qual a apresentação de um certificado relativo ao imposto sobre o rendimento das pessoas colectivas deixa, a partir de ‧ de Outubro de ‧, de ser considerado um facto com efeitos retroactivos, o que torna processualmente impossível a dedução do imposto sobre o rendimento das pessoas colectivas estrangeiro em sede de liquidação definitiva do imposto sobre o rendimento, sem se prever um período transitório para requerer a dedução do imposto sobre o rendimento das pessoas colectivas estrangeiro?Should the principle of effectiveness and the principle of effet utile be understood as meaning that they preclude legislation- like the second sentence of Paragraph ‧ of the Abgabenordnung (Tax Code, AO) in conjunction with Article ‧ of the Einführungsgesetz zur Abgabenordnung (Introductory law of the Tax Code, EGAO)- under which, from ‧ October ‧, without any transitional period for the purposes of claiming credit for foreign corporation tax, the submission, inter alia, of a corporation tax certificate is no longer deemed to be an event with retroactive effect, as a result of which it is made procedurally impossible to set off foreign corporation tax where income tax assessments have become final?
Caso um Estado-Membro permita o recurso a pessoas referidas no artigo ‧.o, n.o ‧, ponto ‧), alíneas a) a c), estabelecidas no seu território, na qualidade de terceiro no plano interno, deve, de qualquer modo, permitir às referidas pessoas que reconheçam e aceitem, nos termos do artigo ‧.o, os resultados do cumprimento das obrigações de vigilância da clientela previstas nas alíneas a) a c) do n.o ‧ do artigo ‧.o, efectuado ao abrigo da presente directiva por uma pessoa referida no artigo ‧.o, n.o ‧, ponto ‧), alíneas a) a c), noutro Estado-Membro e satisfazendo os requisitos previstos nos artigos ‧.o e ‧.o, mesmo que os documentos e os dados nos quais esses requisitos se baseiem sejam diferentes dos exigidos no Estado-Membro para o qual o cliente é remetidoWhere a Member State permits persons referred to in Article ‧(a) to (c) situated in its territory to be relied on as a third party domestically, that Member State shall in any case permit them to recognise and accept, in accordance with Article ‧, the outcome of the customer due diligence requirements laid down in Article ‧(a) to (c), carried out in accordance with this Directive by a person referred to in Article ‧(a) to (c) in another Member State and meeting the requirements laid down in Articles ‧ and ‧, even if the documents or data on which these requirements have been based are different to those required in the Member State to which the customer is being referred
Tais informações devem ser fornecidas, o mais tardar, no momento da recolha de dados das pessoas em causa ou, se as informações forem transmitidas por terceiros, no momento de dar início ao registo dos dados pessoais ou, caso esteja prevista a difusão a terceiros, o mais tardar na data em que os dados forem divulgados pela primeira vez, ou, nos casos previstos no Capítulo ‧ do Título ‧ das presentes regras, logo que tal não seja susceptível de comprometer as finalidades do tratamento, as investigações e procedimentos penais nacionais, bem como os direitos e liberdades de terceirosThis information must be provided at the latest at the moment of the collection of the data from the data subject or, when receiving the data from a third party, at the time of undertaking the recording of personal data or, if disclosure to a third party is envisaged, no later than the time when the data are first disclosed or, in the cases provided for in Chapter ‧ of Title ‧ of these rules, as soon as the purposes of the processing, national investigations and prosecutions and the rights and freedoms of third parties are not likely to be jeopardised
Showing page 1. Found 2205232 sentences matching phrase "terceira pessoa do plural".Found in 110.468 ms. Translation memories are created by human, but computer aligned, which might cause mistakes. They come from many sources and are not checked. Be warned.